Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Aqui ficam as doçuras, no outro as travessuras.

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Aqui ficam as doçuras, no outro as travessuras.

Para Ti

IMG_20191127_231933.jpg

De ti, eu desejei tudo o que perdi. 

O amor, a calma, a esperança. 

O caminho traçado a dois. 

Uma ilusão entrançada de realidade;

Um desejo pintado de amizade;

Um gelo derretido a lume forte. 

Em ti me perdi. 

E de mim, dei tudo mais o que não tinha.

A delicadeza, a força, a sensibilidade. 

Um carinho imenso. 

A minha razão. 

Mas em nada nos tornámos.

E hoje, de ti, nada mais espero.

Talvez por não acreditar. 

Talvez por já ser tarde. 

Talvez por não me reencontrar,

Apenas sei que já não te quero. 

nostalgias

DSC_0408_268.JPG

 

Hoje é dia.

Um daqueles dias em que apetece sorrir enquanto se deixa as lágrimas deslizar.

Em que dentro do peito o coração se faz sentir, e quase acreditamos na possibilidade de um sonho,

e os nossos cinzentos parecem mais brilhantes dando a ilusão de ver o teu voo a proteger o meu.

Na realidade nada mudou. Não está lá ninguém. Apenas o realismo cedeu lugar à nostalgia do que já não foi.

São dias em que quase acredito que, à beira do precipício, não há problema,

É só abrir as asas e voar.

E deixar o vento decidir o rumo.

Afinal, estarás lá no final...

Escuro

Estás aí?

Procuro-te incessantemente, em cada recanto das divisões que, agora vazias ecoam os meus pesares. 

Penso-te. Delineio teu corpo com o coração, de forma a entender se efectivamente ainda és ou estás.

Reformulo futuros à medida que reinterpreto passados, mas o presente, envenenado, não deixa espaço a fantasias.

A realidade é dura. Mas é o que há.

Falta-me o ar. Falta-me o pé.

Melhor, falta-me mar onde mergulhar em busca de mim mesma. 

Espelho

Estou tão zangada contigo. Mas tão tão zangada contigo que nem para mim consigo olhar.

De cada vez que me olho no espelho, surge o teu olhar sorridente, como quem reclama a obra de sucesso de outro autor.

Com a tua bravata e segurança dizes que me fizeste assim.

E eu, teimosa na minha zanga, torno-me a minha principal inimiga só para te arrancar da face esse sorriso.

E de ausência de resposta em ausência de proposta, vou-me roubando a sanidade, à espera do salto final para o outro lado do mundo, para o outro lado do espelho, para fora do teu sorriso. 

Amanhã

DSC_0295_155.JPG

Hoje ou amanhã partirei pelo mundo e deixarei para trás todos os azedumes que me acompanham.

Irei a pé ou de comboio, garantidamente pouco acompanhada.

Em cada cidade, aldeia, lugarejo, procurarei recolher o pedaço de mim que de mim se apartou, deixando este vazio que me enche.

A cada milha percorrida sentirei a leveza tomar conta de quem sou, libertando-me das memórias que me pesam.

Partirei, sem destino fixo, à aventura. Sem horas marcadas, nem aventuras programadas.

E se disserem que fujo, gritarei ao longe que sim, que têm toda a razão.

Amanhã. Num qualquer amanhã cinzento assim farei. 

Até lá, vou-me levando pelos caminhos de hoje, a recolher coragem para essa viagem que, bem o sei, nunca farei.

Zangas

É tempo de partir pratos.

Quebrar o lascado e o inteiro, tudo o que estiver à mão.
Desfazer em pó, reduzir a cacos, deixar pedaços pelo chão.
Parti-los à mão, sem ajuda de nada nem ninguém. Atirá-los ao ar e ficar a ver cair.
No fim, deixar os cacos pelo chão.
Posso passar-lhes por cima, se necessário for. Descalça, se o exigires. Irei sem medo.
Já me empederni o suficiente para não me importar.
Quem vier a seguir que os apanhe, se tal lhe aprouver.




Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D