Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

25 de Abril, sempre.

DSC_0184_047.JPG

Amanhã irei para a rua festejar o dia da liberdade, uma vez mais.

Há quem me pergunte porquê insistir nestas andanças. A razão é simples.

Vou em homenagem: Aos que deram a vida para que eu hoje possa escrever o que bem me apetece num blog público; Aos que conheci e me mostraram, pequena ainda, as suas cicatrizes nas costas e me diziam "não tenhas pena, são para que nunca tenhas que ter as tuas"; Aos meus pais, mestres da sobrevivência em tempos difíceis; A todo um povo que procura, ao longo dos anos, o seu lugar na sociedade.

Trago comigo a história que poderia ser de tanta e tanta gente. Venho de um meio em que apenas para a geração nascida em 70, a possibilidade de seguir estudos deixou de ser uma miragem e passou a ser uma possibilidade, mesmo que económicamente muito dificil. Filha de pais que passaram de uma luta feroz pela sobrevivência antes da revolução, para uma luta mais aliviada no pós. Criada num bairro cheio de crianças que cresceram a prolongar a luta dos seus pais pela sobrevivência. Uns sucederam, outros sucumbiram. Uns avançaram, outros ficaram mais para trás. A maioria repete a história dos seus pais.

Recentemente, tenho percorrido bairros infinitamente duros - nada comparado com os locais da minha infância. Dali revejo a história de sempre de um povo, para quem a evolução de situação económica continua dificil. Compreendo, mais uma vez, como continuamos a ter pouca capacidade de escalada social. Para o fazermos de forma ética e justa, é uma luta descomunal.

E esse é mais um motivo para continuar a festejar Abril. Para mantermos viva a luta pela justiça, pelos direitos, pelas liberdades, mas também pelas responsabilidades.

Porque Abril não trouxe tudo, não resolveu tudo. Mas deu-nos a consciência, a liberdade, a possibilidade, de escolher os caminhos, de lutar, de dizer o que queremos. De defendermos os ideais políticos em que acreditamos. Sejam quais forem.

Assim, se me vires amanhã, não questiones onde vou, mas junta-te a nós e vamos continuar Abril.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D