Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

Nadas

Se me perguntassem o que espero de ti, responderia num tom sincero: nada.

Nada, apenas pelo tanto que cabe em coisa nenhuma.

E até porque do muito que te pedisse pouco ou nada darias.

Assim, numa tentativa vã de evitar uma viagem ao mundo do "devias fazer", optaria pelo nada a esperar.

E nesse nada caberia de tudo um pouco: o carinho de um toque; a palavra chave que me devolvesse à Vida - assim com letra maiúscula; um sorriso cúmplice de uma piada privada; uma noite de cinema no sofá lá de casa; uma brisa marítima a afagar os nossos cabelos durante um passeio tranquilo à beira-mar.

Tudo pequenos nadas que nos preencheriam este todo que teimas em deixar vazio.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D