Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

Algo

Hoje acordamos com um belo dia de sol.

Mas, curiosamente, acordei com um tremendo peso no peito.

Uma angústia indescritível, provavelmente fruto dos sonhos com os ausentes.

Normalmente são dias em que a angústia se dilui na chavena de café matinal. Mas hoje não.

Parece que, há medida que as horas passam, a angústia aumenta, e que a tormenta vai rebentar.

Um céu mais negro do que o dos últimos dias.

Dou comigo a pensar que se estivesses aqui, farias o sorriso que tão bem conhecia e me acalmavas como quando eramos pequenas e olhavas por mim, tua irmã mais nova.

Escrever acalma-me um pouco os nervos, mas não me parece que seja por muito tempo.

Algo está suspenso, e não é só a quarentena.

Fico em espera. Atenta.

Serás tu a tentar dizer-me algo?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D