Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

Ano novo, Vida velha?

2018 está quase, quase a terminar.

Creio ser a primeira vez na minha vida em que entro num novo ano com consciência de estar a viver, verdadeiramente, uma época de mudança.

Sinto áreas da minha vida em pleno ponto de viragem, e outras em total ponto morto. Talvez a mudança nas primeiras abanem as segundas.

Vários acontecimentos, de múltiplas matizes emocionais, se deram nos últimos doze meses. Mudanças impostas, oportunidades agarradas, pequenas e grandes alterações ao quotidiano. Novos amigos, perda de antigos. Aproximações e distanciamentos.

O novo ano traz promessas, medos, seguranças numas áreas, inseguranças em muitas mais.

Para já, vou vivendo cada transição procurando estar consciente e sem criar excessivas expectativas. De certa forma, uma defesa contra desilusões.

Sei que há uma forte probabilidade de as grandes tristezas que se têm feito anunciar se efectivarem. Tento contrabalançar procurando no ar indícios de alegrias inesperadas  para compensar e que sei andarem por aí. Pois a vida é feita de passos de equilibrista num arame - ora balançamos para um lado, ora para outro.

Para já espero: encontrar dentro de mim a energia, a força e a vontade para ser gentil nas mudanças e nas continuidades, comigo e com os outros; ser capaz de manter a cabeça fresca, o sorriso no coração e os amigos por perto; partilhar(-me) mais com os que me são essenciais e com os que ainda não o são; Acima de tudo, espero conseguir saborear cada dia com todo o arco-íris emocional que me trouxer.

Resta-me desejar um bom ano a todos: conhecidos, desconhecidos, amigos, desamigos, quase amigos e afins. Que 2019 nos traga aprendizagens, emoções e cumprir de objectivos; que seja cortês quando nos apresentar os inevitáveis dias mais difíceis.

Para cada um de vós um abraço, um beijo, ou um simples aceno. Deixo ao gosto de cada um.

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D