Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Aqui ficam as doçuras, no outro as travessuras.

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Aqui ficam as doçuras, no outro as travessuras.

Deixa-me

Quando na outra tarde me seguraste a mão,

li nos teus olhos um agradecimento mudo.

Senti-me arrasada.

Agradecias-me algo que não te dei de livre vontade.

A minha desistência.

E nesse momento odiei-te quase tanto quanto a mim.

Não te dei nada.

Não desisti de quem tu queres.

Apenas tentei manter a minha sanidade

e o meu respeito próprio.

E naquele segurar de mão, sinto que mataste um pouco de ambos.

Sobre os meus ombros caiu toda uma sensação 

de vida desistida.

E neste momento não consigo lidar com isso.

Assim, peço-te,

Cuida da tua felicidade, deixa-me em paz comigo mesma.

E não digas mais nada.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D