Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

Despeço-me

Despeço-me de ti com a noção clara que sou eu quem te afasta.

Afasto-te por saber que nada mais está ali para nós.

Que não há nós.

Despeço-me de ti com o coração apertado.

Por temer que o teu pequeno canto que me pertencia, facilmente possa vir a ser de novo preenchido.

E por saber que eu não consigo encontrar nada nem ninguém que ocupe o teu espaço dentro de mim.

Mas sinto que, mesmo que penses que não, tudo isto nos faz mais mal que bem.

Assim, despeço-me de ti sem verdadeiramente acreditar que o devo fazer.

Sem verdadeiramente o querer fazer.

Chorando por dentro e por fora.

Quebrando-me por dentro.

Mas neste momento, não vejo outra possibilidade.

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D