Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

(des)quotidianos

Como é possível vivermos certos dias como se fossem iguais ao anterior?

Como se faz para logo após algo que tanto nos afecta,

que tanto nos altera, se sair e ir às compras,

ou trabalhar, ou brincar com as crianças.

Olho para mim de fora e penso que nada bate certo.

Estranho os meus movimentos,

a minha voz normal, semitranquila,

penso em tudo, embora na verdade não pense em nada.

Pesam-me os olhos, doi-me a cabeça,

mas sigo como se não se passasse nada.

Apenas este aperto no coração que me consome,

e me faz querer não estar aqui.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D