Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

Dormir

Dormir.

Sonhar.

Sentir o corpo esquecer o cansaço e deixar-se levar por um quê de inconsciente.

Fechar os olhos e deixar o cérebro misturar a realidade com a fantasia.

Dormir.

Sonhar.

Esquecer-me de ti e reencontrar-te num mundo inexistente, em situações que não acontecem.

Andar na rua de mão dada. 

Conversar conversas sem fim. Não sei sobre quê. Nunca nos ouço. Só vejo.

E sinto.

Sinto a paz no sonho, a tristeza no acordar.

A vontade de te vedar o espaço dos meus sonhos apenas momentâneamente.

E dormir.

E voltar a sonhar.

Sonhos sem fim.

Sem tempo. Intemporal. Sem espaço definido.

Mas com tanta cumplicidade; com tanto carinho; com tanta emoção. Mesmo que irreal.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D