Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

Já volto

Vou ali dar uma volta e já venho.

Vou-me esconder num mundo inexistente, porque este já me cansa.

Relatar loucuras que não cometi, porque o tempo e o temperamento não mo permitem.

Fingir que sou outra, em que as minhas sensibilidades sejam expostas mais que sentidas.

Quero deixar de pensar, de sentir, de ser.

Porque neste momento o peso vai sendo demasiado para mim.

 

Assim, vou ali e já volto.

Quando o vento soprar de sul ou norte e me soprar ao ouvido que a tormenta já acabou,

Estarei de volta.

Não a mesma, porque essa que fui, acho que já se eclipsou.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D