Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Aqui ficam as doçuras, no outro as travessuras.

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Aqui ficam as doçuras, no outro as travessuras.

Não

Em nome do que tivemos, peço-te apenas um favor:

Não me fales mais de amor.

Não me dês falsas esperanças,

Não cries sonhos de mudanças

Se nada me pretendes dar.

 

Palavras?

Palavras não chegam!

Não saciam desejos,

Não substituem beijos,

Não são dois corpos a afirmar.

 

Insistes...

Se queres mesmo falar de amor,

Fá-lo em silencio.

Diz-me tudo nos gestos;

Retribui os meus afectos

Devolve o fogo ao nosso olhar.

 

Dizes que ainda há tempo.

que devemos aproveitar o momento,

Levar o nosso barco para alto-mar.

 

Eu prometo que tento, 

que me deixo levar pelo vento,

Se, em vez de falarmos de amor,

Nos pudermos simpesmente amar.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D