Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

Paixão dos 40

SDC13108.JPG

 Nos meus 40, assolou-me uma paixão irresistível,imensa.

Não com a imensidão dos campos, tranquilos e suaves.

Com a imensidão do mar profundo;

ora intempestivo, furioso, escuro e assustador, 

parecia que me ia engolir e fazer desaparecer num turbilhão incontrolável;

ora suave e brilhante, que me embalava e devolvia à vida.

No entanto - porque será que há sempre nestas histórias um entanto?

No entanto, a alma do meu mar imenso estava tomada por um nó

que me impedia o acesso.

A chave, creio, estava na minha mão, mas a fechadura bloqueada

por um compromisso, que não era o meu.

Libertei-o do meu sentir. Mas não a mim.

Não guardo rancor, mas um imenso carinho, que me leva a ler a sua alma

de tempos a tempos.

Não sei se é feliz (temo sempre que seja a minha vaidade a tentar ler o que poderá não estar lá).

Mas sei que eu não sou.

Hoje, dia de festa, é dia de elevar os copos em brindes alegres.

Sinto que me falta a peça essencial ao meu festejo pessoal.

Mas sigo, deixando para trás o sonho quimérico de o conquistar.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D