Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Aqui ficam as doçuras, no outro as travessuras.

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Aqui ficam as doçuras, no outro as travessuras.

Protestos

Não sei como o pudeste fazer.

Cobrar uma promessa não cumprida, quando tu próprio não cumpriste as tuas.

Tola fui eu!

Quando dos teus olhos brilhantes veio um pedido.

Que era importante para ti! E eu acedi.

 

E agora?

Agora já não há mais caminho.

O mundo virou-se do avesso.

Como podes perguntar se já fiz tudo o que me pediste?!

 

 

Mas...

Na verdade, nada disto é assim.

Zango-me da tua ausência, quando sou eu que me ausento de mim.

Uma fuga para o esquecimento ou a busca de um novo caminho. 

A procura de um novo olhar brilhante que faça brilhar o meu.

 

 

Reclamas que não cumpri todas as minhas promessas.

É verdade. 

Nem sequer as que fiz a mim mesma,

Como comprova este breve regresso a ti.

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D