Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Doçuras, travessuras, bons humores, irritações. Aqui todo o meu mundo fica guardado. Um pouco do que sou. Ou do que não sou.

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Doçuras, travessuras, bons humores, irritações. Aqui todo o meu mundo fica guardado. Um pouco do que sou. Ou do que não sou.

Recorda

Quando eu partir, recorda-me tal e qual eu sou.

Não pintes de rosa as tuas recordações! 

Revê os meus defeitos com o mesmo espírito meticuloso que a carpideira usa para carpir minhas qualidades.

Lembra na mesma medida o sorriso e o choro, o carinho e a ausência dele. 

Recorda o brilho dos meus olhos, os meus cabelos sedosos e a minha gargalhada, que tanto podia alegrar quanto ferir. 

Encontra o meu cheiro nas flores, assim como nos cardos ou nas ervas daninhas. 

Lembra-me por quem realmente sou, não por quem desejaste, um dia, que eu fosse. 

Só assim será justo.

Só assim, finalmente, encontrarei a paz que tanto me prometeram. 

É o que te peço, antes de ir. A leveza de um não ser. 

 

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub