Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Aqui ficam as doçuras, no outro as travessuras.

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Aqui ficam as doçuras, no outro as travessuras.

Regressa

Quando voltas para mim?

Desapareceste-me num dia de sol, (ou era chuva?) sem que, na verdade, tenha sido totalmente inesperado.

Fazes-me falta. O teu riso, a tua voz, as nossas conversas, entre tantas outras coisas que me faltam.

Já fez um ano. Ou seriam três ou doze?

Não consigo precisar.

Porque nos espaços ocupados pela minha memória, os que me partiram, passaram a ser um só, numa mistura de tudo que já não tenho.

Há dias em que soas feminino, outros tens olhos azuis.

Há dias em que me entendes, outros em que desconversamos em alegre confusão.

Sinto a falta de um abraço, da continuidade de todos os que já não tenho.

Sinto vontade de me tornar, também eu, um pedaço da amálgama das minhas memórias.

Regressa, por favor.

Um de cada vez, ou todos juntos, falando à vez.

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D