Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

Relógio

Por vezes, a meio do dia, num momento de paragem, parece-me ouvir nitidamente o tic-tac de um qualquer relógio, a lembrar o inexorável passar do tempo.

Não é tanto um relógio biológico, mas sim um relógio relacional.

Quer dizer, dou comigo a contar o tempo que passou desde a última vez que falei com A, B ou C.

Para uns são dias, outros meses. Para alguns parece que foi ontem, para outros que já passou demasiado tempo. Mesmo que tenha sido ontem.

É nesses momentos que apetece esquecer as convenções e ligar. 

Com algumas pessoas passo da vontade à acção. Com outras foge a coragem. Nesses casos, fico parada a desenhar diálogos no ar, à espera do dia em que os materialize.

Até chegar à conclusão que o tempo certo para o fazer já passou. 

Poderíamos pensar que esta é uma lição aprendida. Mas não. 

O erro é continuamente repetido até à exaustão. Dolorosamente à exaustão.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D