Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Aqui ficam as doçuras, no outro as travessuras.

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Aqui ficam as doçuras, no outro as travessuras.

Ritual de lua cheia

Mentiria se dissesse que saí esta noite à tua procura, 

Porque mesmo que nos cruzássemos não te reconheceria. 

Não trago na memória o teu rosto, as tuas mãos, o teu cheiro,

Nem mesmo o teu nome gravado no fogo da imaginação. 

 

Não. 

 

Saí esta noite para ver o brilho da lua. 

Sentei-me num banco de um qualquer parque vazio, 

E sonhei. 

 

Com gestos leves passei a mão no teu pescoço, 

Segui as linhas do teu rosto, 

Dos teus lábios que fiz meus. 

 

Passei as mãos nos teus cabelos e 

Beijei os teus olhos, cuja cor desconheço,

Para de seguida sussurrar no teu ouvido todos os segredos que sinto que deves saber. 

 

No final do ritual, já desperta, 

despedi-me da lua cheia, voltei para casa e fui dormir. 

 

Hoje acordei tranquila, pois sei que, mais cedo ou mais tarde, 

Se nos cruzarmos no caminho, 

Nos reconheceremos num olhar. 

 

 

 

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D