Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

Silêncio

Silêncio.

Peço a todos que não se façam ouvir,

aos pássaros que parem de cantar,

ao vento que deixe de assobiar.

Deixem o silêncio reinar em absoluto,

espalhar-se com o frio do luar de inverno,

pairar sobre a cidade.

Deixem que nada se ouça,

tornem suave a vossa respiração,

calem os vossos pensamentos,

deixem que reine o silêncio absoluto.

Quero reencontrar o som dos risos perdidos,

das vozes apagadas pelo tempo,

dos sentimentos contidos no meu peito.

Só assim te poderei reencontrar no meu presente distante.

42351646_1976018179087729_3342537476110548992_n.jp

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D