Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

Sonhos de adolescente

Há muitos, muitos anos costumava tentar adivinhar como seriam os meus dias de adulto.

Trabalharia, chegaria a casa e tu chegarias um pouco depois de mim.

Já nessa altura não abdicava dos pequenos momentos de solitude,

em que me deixaria vaguear por pensamentos sem fim.

Imaginava tudo o que faríamos juntos.

Jantares, temperados com muitas conversas.

Tal como eu, gostarias de ler, de música, de teatro e de cinema.

Quando ouvíssemos uma música que nos agradasse,

dançaríamos, sem pudor.

Mas acima de tudo teríamos o riso, o carinho;

Ter-nos-íamos a nós.

Hoje, quando chego a casa,

Sento-me na varanda e imagino-te de novo,

Pergunto-me se vocês dançam na cozinha,

ao som de uma das minhas músicas favoritas.

Depois, levanto-me, ligo a televisão e vou aquecer o jantar

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D