Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

Sono

quando até o sonhar nos cansa

e se traduz em noites mal dormidas,

horas nocturnas de insónia,

lentas, negras, silenciosas,

a reflectir os nossos próprios pensamentos

despertos pelos tais sonhos

sempre os mesmos

sempre desejos da nossa mente

que nunca se realizam,

que nunca serão

e as horas não passam

e deixamo-nos ficar no escuro

à espera de algo,

de uma notícia,

do regresso do sono,

do desenvolver do sonho,

de algo que não vem,

e que já não espero.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D