Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

Talvez

Não percebo porquê, mas cá estamos de novo.

No mesmo momento, tantos anos passados.

Recordamos histórias passadas, risos, coisas que não garanto terem realmente acontecido.

Talvez porque nessa altura estava demasiado preocupada em guardar tudo no baú das memórias.

Ou em manter castelos de areia de pé.

De repente, quando pensamos que as recordações são apenas isso, eis que voltamos ao passado.

E pensamos que talvez ainda seja tempo.

Procuro contornar o meu pessimismo natural, e finjo acreditar que é tudo como antes.

Mas, não percebo porquê, sei que isto poderá ser apenas outra miragem, outro sonho irreal.

Como numa daquelas noites em que nada faz sentido.

Mas, como o tempo corre, e o baú foi aberto, vou fingir que o tempo não passou e que ainda acredito que sim.

Que talvez ainda seja possível.

Mas não percebo porque voltaste. Nem o que ainda faço aqui.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D