Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Aqui ficam as doçuras, no outro as travessuras.

Entre ser e estar

Medos, sonhos, sentimentos e sentidos alerta. Aqui ficam as doçuras, no outro as travessuras.

Trovoada

Estava sentada no sofá, a ler apontamentos de trabalho, até me aperceber do ruído de fundo e dos clarões. 

Comecei por pensar que era fogo de artifício, esquecendo que a pandemia proibiu-nos as festas. 

Uma mensagem desperta a atenção: "também estás à janela?" Encanto partilhado entre irmãos, corri para a minha, enquanto trocávamos mensagens uns com os outros. 

Das trovoadas mais belas que já vi! 

Há algo de imponente nas trovoadas de Verão. 

De repente lembrei o medo que tinha das trovoadas. Do dia em que cheguei a casa totalmente amedrontada. Tinha uns 10 anos. A minha mãe, tranquila, foi buscar um dos meus casacos de malha, pôs-mo pelas costas, abraçou-me e levou-me para a varanda onde me ajudou a perder o medo.

Hoje, a trovoada foi-se instalado pelo céu inteiro e resolvi ir para a varanda. O vento a pedir chuva, o cheiro do ar, as árvores, o morcego desnorteado, tudo se combinou num espectáculo imponente. 

Pensei que, se estivesses aqui, desafiava-te a irmos de carro ver a trovoada sobre o mar. Sozinha seria um risco tonto, por isso fiquei pela varanda. 

Comigo, uma pequena gaivota voava tranquila de encontro ao céu que oscilava entre o negro e o branco. 

Depois veio a chuva de pingos grossos, o cheiro a terra molhada e a trovoada foi acalmando. 

Mas ainda assim imponente. 

Cansada e satisfeita, a trovoada acalmou-me a mente, como só a natureza consegue. 

Resolvo dar a noite por terminada e vou dormir de janela aberta para o espectáculo lá fora. 

Sorrio, numa última mirada aos relâmpagos lá fora e digo-te, baixinho: "se estivesses aqui, tínhamos ido ver a trovoada sobre o mar. E agora, de volta a casa, deitar-me-ia aninhada nos teus braços. Nós dois, felizes e cansados. E assim dormiríamos até chegar a manhã" 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D