Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entre ser e estar

Entre ser e estar

Uma rosa

IMG_20180616_180911.jpg

No vão da escada, 

No virar de um patamar,

Uma rosa.

 

Numa escada velha,

Mas cheia de luz;

Um patamar silencioso

E deserto,

Como deserto parecia o prédio.

O silêncio marcava o tempo.

Ninguém vibrava com o jogo.

Não havia risos de criança.

Apenas a rosa, 

A surpreender a minha descida.

 

Submersa nos meus pensamentos,

Estaquei ao curvar o patamar.

A rosa, brilhante,

Plena de cor e de vida,

(imagino que de cheiro também).

Singela,

Sem adereços ou companhia.

Parei, por um instante,

E segui caminho.

Sem a rosa.

Deixei-a lá.

Apenas a levo no meu pensamento

enquanto magico histórias que a expliquem.

E guardo o desejo que lá permaneça,

A animar os nossos regressos a casa.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D